Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DN & Companhia

O Douro sul - a construir bom caminho!

Sernancelhe

 

Inspirado na afirmação claríssima do Presidente da Câmara de Moimenta da Beira - a região ou cresce em conjunto ou desaparece em conjunto - escrevo sobre o Douro Sul, na certeza de que esta região está a construir caminho de mãos dadas.

São muitos os sinais que nos fazem olhar o futuro coletivo com otimismo. Há uma força agregadora, que tem vindo a promover sinergias.
O Douro Sul, é e pode ser ainda mais, uma marca umbrella para um território com marcas de excelência.

Lamego é a marca com maior notoriedade nacional deste território e devemos aproveitá-la de forma mais objetiva. Lamego pode e deve continuar a afirmar-se como a capital sociológica desta região. A opção pelo eixo de cidades Lamego, Régua, Vila Real, não belisca em nada a função agregadora desta cidade ímpar, com referências nacionais e internacionais, incontornáveis, associadas ao que de melhor tem a vida.
Mas, felizmente também outras Vilas e cidades se impõem:
Penedono é a nossa Vila Medieval e o evento que já constitui uma referência pela sua elevadíssima qualidade, a feira medieval, pode ser o mote para dar corpo a vivências medievais continuadas numa grande parte do ano, fazendo de Penedono uma atração ímpar no país.

Sernancelhe, a nossa Vila da saúde e da cultural, que recentemente levou a cabo o SER + Cultura, evento multifacetado e diferenciador, está a afirmar- se como um destino especial, também muito pela sua capacidade de mobilizar e organizar com elevadíssima qualidade.

Hoje, estas referências, a título de exemplo, deixando para uma próxima a abordagem concelho a concelho, dando a minha opinião das dinâmicas que já constituiriam uma grande atração continuada a ser promovida com a marca umbrella Douro Sul.


Este Douro, da vinha, do vinho, mas também da roga, é tão diversificado e largo, que não deve impedir que possamos trabalhar em escalas mais coesas e exequíveis. A escala Douro Sul, a cidade que se impõem, é a escala certa para os concelhos do lado de cá do rio. Mas, Douro Sul, são todos os concelhos do lado de cá, por isso, acredito que, para além dos 10 atuais, outros, nesta ou naquela iniciativa ou projeto, possam abraçar e aceitar esta marca que valoriza.


Alguém me dizia que o nosso problema, o nosso problema maior, a desertificação, não se resolve só com apoios económicos às famílias, mas sim com cultura. Aculturar para uma mudança sociológica.

Viver nestes territórios diferenciadores é IN, é qualidade de vida, é estar perto do mais genuíno da vida, é um privilégio!
As mudanças, as grandes transformações sociológicas partem das pequenas coisas. E, há algo que todos podemos fazer e não custa nada, é passarmos a olhar, a sentir e a viver neste território, com atitude positiva e cativante.
O Douro Sul - a cidade que se impõe, é um território de excelência que vai crescer em conjunto.

 

Domingos Nascimento

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Contactos